Sobre a Revista

Revista Portuguesa de Estudos Regionais (RPER) é um projeto editorial da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional (APDR).

Foco e objetivo

O objetivo principal da RPER é a divulgação da investigação sobre a realidade portuguesa na área interdisciplinar dos estudos regionais, locais e urbanos.

Na origem da RPER está a constatação de que existe, em Portugal, um vasto leque de pessoas, nomeadamente nas instituições do ensino superior e nos organismos regionais e locais da administração pública, que se dedicam profissionalmente a esta área e para as quais esta revista é, decerto, um meio privilegiado de comunicação, informação e partilha de experiências.

A Revista é dirigida a académicos e outros profissionais para os quais pessoas são relevantes as questões do espaço e do território: economistas, urbanistas, sociólogos, engenheiros, etc.

A RPER é uma revista indexada internacionalmente no EconLit (e bases associadas: JEL on CD, e-JEL e Journal of Economic Literature), na Qualis (Brasil), Latindex, Dialnet, Google Scholar e na Scopus.

No que se refere à Scopus, o desempenho da Revista é o seguinte:
- SJR (SCImago Journal Rank) (2020): 0.154
- Cite Score (% Cited) (2020): 0.3
- SNIP (Source Normalized Impact per Paper) (2020): 0.284

Desde setembro de 2020, a Revista passou a contar com o patrocínio científico do NIPE (Núcleo de Investigação em Políticas Económicas e Empresariais), unidade de investigação sedeada na Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, Portugal.

Processo de avaliação por pares

As submissões à RPER estão sujeitas a um processo de revisão por pares double-blind. O processo de revisão por pares é organizado pela equipe editorial da revista. Todos os artigos submetidos à RPER serão avaliados pelos editores quanto a plágio por uso de software. Quaisquer questões que surjam serão tratadas pela equipe editorial. Apenas as contribuições que são originais sem qualquer dúvida podem ser publicadas no RPER.

Frequência de Publicação

Esta revista publica 3 números regulares por ano. Os artigos serão publicados assim que estiverem prontos para publicação, a fim de garantir que o novo conteúdo esteja disponível para a comunidade científica o mais cedo possível.

Declaração de ética da publicação

Embora a Revista Portuguesa de Estudos Regionais (RPER) não seja membro do Committee on Publication Ethics (COPE), a sua Direcão Editorial decidiu declarar a sua adesão aos princípios do Código de Conduta do COPE, com efeitos a partir de 1 de Janeiro de 2012.

Responsabilidades dos Editores

Decisão da publicação

O editor da revista é responsável por decidir quais dos artigos submetidos serão publicados. O editor pode ser guiado pelas políticas do conselho editorial da revista e limitado por requisitos legais em matéria de difamação, violação de direitos autorais e plágio. O editor pode consultar outros editores ou revisores para tomar a decisão.

Fair play

Os manuscritos enviados são avaliados por seu conteúdo intelectual, independentemente de idade, raça, gênero, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, cidadania ou filosofia política dos autores.

Confidencialidade

O editor e qualquer outra pessoa que tenha acesso a um manuscrito submetido (equipe editorial) não deve divulgar nenhuma informação sobre o manuscrito a ninguém além do autor correspondente, revisores, revisores potenciais e outros consultores editoriais, conforme apropriado.

Divulgação e conflitos de interesse

Materiais não publicados divulgados em um manuscrito submetido não devem ser usados na própria pesquisa de um editor ou de um membro da equipe editorial sem o consentimento explícito por escrito do (s) autor (es). Os editores irão se recusar (ou seja, pedir a um co-editor ou um membro do conselho editorial para revisar ou considerar) de considerar manuscritos nos quais eles tenham conflitos de interesse resultantes de relações competitivas, colaborativas ou outras ou conexões com qualquer um dos autores, empresas ou instituições ligadas ao manuscrito.

Responsabilidades dos revisores

Contribuição para decisões editoriais

A revisão por pares auxilia o editor na tomada de decisões editoriais e, por meio das comunicações editoriais com o autor, também pode auxiliar o autor no aprimoramento do artigo. A revisão por pares é um componente essencial da comunicação acadêmica formal e ajuda a manter a qualidade científica.

Disponibilidade

Qualquer revisor selecionado que se sinta desqualificado para revisar a pesquisa relatada em um manuscrito ou saiba que sua revisão imediata será impossível, deve notificar o editor em tempo hábil e se retirar do processo de revisão.

Confidencialidade

Quaisquer manuscritos recebidos para revisão devem ser tratados como documentos confidenciais. Eles não devem ser mostrados ou discutidos com outros, exceto se autorizados pelo editor.

Padrões de objetividade

As revisões devem ser conduzidas objetivamente. A crítica pessoal ao autor é inadequada. Os revisores devem expressar suas opiniões claramente com argumentos de apoio.

Reconhecimento das referencias

Os revisores devem identificar trabalhos publicados relevantes que não tenham sido citados pelos autores. Qualquer afirmação de que uma observação, derivação ou argumento foi relatado anteriormente deve ser acompanhada da citação relevante. Um revisor também deve chamar a atenção do Editor para qualquer semelhança ou sobreposição substancial entre o manuscrito em consideração e qualquer outro material publicado do qual tenha conhecimento pessoal.

Divulgação e conflitos de interesse

Informações privilegiadas ou ideias obtidas por meio da revisão por pares devem ser mantidas em sigilo e não devem ser usadas para vantagem pessoal. Os revisores não devem considerar a avaliação de manuscritos nos quais tenham conflitos de interesse resultantes de relacionamentos competitivos, de colaboração ou outros relacionamentos ou conexões com qualquer um dos autores, empresas ou instituições ligadas à submissão.

Responsibilidades dos autores

Reporting standards

Os autores que relatam os resultados da pesquisa original devem apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma discussão objetiva de seu significado. Os dados subjacentes devem ser representados com precisão no manuscrito. Um artigo deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros reproduzam o trabalho. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis.

Originalidade e plágio

Os autores devem garantir que eles têm escrito obras inteiramente original, e se os autores usaram o trabalho e / ou palavras de outros que este tenha sido devidamente citadas ou citadas. Um autor não deve, em geral, publicar os manuscritos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária. A submissão paralela do mesmo manuscrito a mais de uma revista constitui um comportamento editorial antiético e é inaceitável.

Reconhecimento das referencias

O reconhecimento adequado do trabalho de outros deve sempre ser dado. Os autores também devem citar publicações que tiveram influência na determinação da natureza do trabalho relatado.

Autoria

A autoria deve ser limitada àqueles que deram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como co-autores. Onde houver outras pessoas que tenham participado de certos aspectos substantivos do projeto de pesquisa, elas devem ser mencionadas em uma seção de Agradecimentos.

O autor correspondente deve garantir que todos os co-autores apropriados (de acordo com a definição acima) e nenhum co-autor impróprio sejam incluídos na lista de autores do manuscrito, e que todos os co-autores tenham visto e aprovado a versão final do artigo e concordaram com sua submissão para publicação.

Divulgação e conflitos de interesse

Todos os autores devem divulgar em seus manuscritos qualquer conflito financeiro ou outro conflito de interesse substantivo que possa ser interpretado de forma a influenciar os resultados ou sua interpretação no manuscrito. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas.

Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão em seu próprio trabalho publicado, é obrigação do autor notificar imediatamente o editor e cooperar com o editor para retirar o artigo ou publicar uma errata apropriada.